Para recordar Paulo Freire

O livro de Irène Pereira, pesquisadora e professora de filosofia da Escola Superior de Educação da Universidade de Paris-Créteil, tem o subtítulo “Uma introdução às pedagogias críticas” presente na apresentação, mas não na capa. A autora o escreveu com a intenção de tornar mais conhecido na França o pensamento politico-pedagógico de Paulo Freire, assim como as vertentes críticas da pedagogia contemporânea. Os argumentos que apresenta para atingir seus objetivos são louváveis e o trabalho, que se quer introdutório (portanto elementar), apresenta implícita e explicitamente os motivos pelos quais tanto Paulo Freire como as pedagogias críticas são vitais para resistir aos argumentos pedagógicos neoliberais que, também na França, são muito fortes (p. 109).

Ler

About Giorgio Bertini

Director at Learning Change Project - Research on society, culture, art, neuroscience, cognition, critical thinking, intelligence, creativity, autopoiesis, self-organization, rhizomes, complexity, systems, networks, leadership, sustainability, thinkers, futures ++
This entry was posted in Critical pedagogy, Paulo Freire and tagged , . Bookmark the permalink.